sábado, 18 de fevereiro de 2017

52 semanas - semana #11


Todinho. É meu cachorrinho de pelúcia que ganhei aos 4 anos a minha tia. Meu bebezinho, que está todo raladinho e com pelos faltando devido ao excesso de agarramento nesses 17 anos. Tenho até hoje, ainda durmo com ele e quase sempre posto fotos dele no Instagram junto com algum livro ou outra coisa.

Mimi. É um chaveiro de gatinha persa que ganhei junto com um McLanche Feliz há 11 anos. Tenho também o Rex, um chihuahua, mas não tenho foto deles e estou com preguiça de procurá-los só pra tirar foto. Fizeram minha infância mais divertida. Tenho até hoje e Mimi ficava na chave do apartamento em Viçosa até pouco tempo atrás.

Polly Pocket. Tenho 3, ainda não me desfiz delas porque são bonitas e na minha época eram bem caras, então tenho dó de dar pra alguém sem saber se a pessoa vai dar o devido valor. Também tenho um bichinho, que veio junto com a última que eu ganhei, mas é um cachorro e tem roupinha. Foi o último brinquedo pelo qual me interessei na infância.

Barbie e Susi. Passei minha infância brincando com elas junto com as meninas do meu bairro. Foram a maior parte da minha infância.

Livros dessas coleções infantis. Sempre fui leitora, haha. Tinha um monte dessas coleções. A que eu mais gostava tinha a estampa de uma raposa na frente e um dos livros que mais gostava era o que contava a história de uns cabritinhos, cuja mãe se identificava mostrando a pata branca e eles abriam a porta de casa pra ela, mas um dia um lobo colocou farinha na pata e conseguiu entrar. Acho que chamava Os 7 cabritinhos e o lobo e eu nem sei porque gostava disso, mas eu adorava.

E você, quais foram seus brinquedos favoritos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário